Volvo Trucks vai produzir novos caminhões elétricos para a Europa em 2022

Os novos veículos elétricos se juntarão aos Volvo FL Electric e Volvo FE Electric, modelos já fabricados em série desde 2019 para o transporte urbano

A Volvo Trucks começará a produzir os novos caminhões elétricos para a Europa no segundo semestre de 2022. Eles vão se somar aos Volvo FL Electric e Volvo FE Electric, modelos já produzidos em série desde 2019 para o transporte urbano. Na América do Norte, as vendas do caminhão Volvo VNR Electric começaram em dezembro de 2020. Agora a Volvo Trucks passa a comercializar uma linha de seis modelos elétricos, entre médios e pesados. É a marca com a linha de caminhões elétricos mais completa do mercado.

Com o início das vendas de três novos modelos de caminhões pesados elétricos na Europa ainda este ano, a Volvo Trucks acredita que este é o momento certo para um rápido aumento na eletrificação do transporte rodoviário pesado. Essa perspectiva positiva baseia-se na capacidade dos caminhões elétricos da marca em atender a uma ampla variedade de necessidades de transporte. Na União Europeia, quase metade de todos as operações de transporte rodoviário de carga poderia ser eletrificada num futuro próximo.

“Cada vez mais os transportadores estão percebendo que precisam iniciar sua jornada de eletrificação agora, tanto por questões ambientais quanto por razões competitivas, visando satisfazer as necessidades de seus clientes por transporte sustentável. Com nossa oferta ampla, é totalmente viável que empresas de transporte sigam nessa jornada”, diz Roger Alm, presidente da Volvo Trucks.

Com o início das vendas das novas versões elétricas do Volvo FH e Volvo FM, o transporte eletrificado passa a ser possível não só em áreas urbanas, mas também no tráfego regional de médias distâncias, entre cidades. Além disso, a nova versão elétrica do Volvo FMX viabiliza operações mais silenciosas e limpas no setor de construção.

Com o acréscimo de versões com mais capacidade de carga, trens de força mais potentes e autonomia de até 300 km, a atual linha de caminhões elétricos da Volvo Trucks pode atender cerca de 45% da demanda de transporte de mercadorias da Europa. Isso possibilita uma contribuição importante para a redução do impacto climático dos transportes rodoviários que, segundo estatísticas oficiais, representam cerca de 6% das emissões totais de CO2 na União Europeia.

“Há um enorme potencial para eletrificar os transportes por caminhões na Europa. E também em outras partes do mundo, em um futuro muito próximo”, diz Alm. “Para provar isso, estabelecemos a ambiciosa meta de que os caminhões elétricos representarão metade das nossas vendas na Europa até 2030. Os novos caminhões pesados elétricos que estamos lançando agora são um passo gigante para atingir esse objetivo”, assegura.

Além dos veículos elétricos, o programa de eletrificação da Volvo Trucks inclui um ecossistema completo, com inúmeras soluções de serviço, manutenção e financiamento, além de outras opções que podem ajudar para uma transição mais fácil e rápida para o transporte eletrificado. Esta visão holística ajudará os transportadores a se manterem produtivos e no controle de sua nova frota elétrica. “Essas soluções completas de transporte eletrificado que nós e nossa rede global de concessionárias podemos fornecer, desempenharão um papel vital na garantia do sucesso do nosso cliente”, acredita o presidente da Volvo Trucks.

Para atender às demandas desafiadoras, tanto em alta capacidade de carga quanto em autonomia, a Volvo Trucks planeja usar células de combustível de hidrogênio para gerar eletricidade. “Essa tecnologia está se desenvolvendo rapidamente e a nossa ambição é cobrir as rotas de longa distância usando baterias e células de combustível”, afirma Alm. “Nosso objetivo é começar a vender caminhões elétricos a célula de combustível na segunda metade desta década.”

Por