Latam reforça estratégia de segurança e higiene em seus voos

A partir de 1º de março, a empresa proibirá o uso de máscaras valvulares (qualquer modelo), protetores bucais, lenços e bandanas de pano em todos os seus voos devido à comprovada baixa eficiência desses itens na filtragem de vírus e bactérias

O grupo Latam Airlines adotou novas medidas de segurança e higiene operacional em sua busca permanente por soluções inovadoras alinhadas com as recomendações das autoridades internacionais.

A partir de 1º de março, a empresa proibirá o uso de máscaras valvulares (qualquer modelo), protetores bucais, lenços e bandanas de pano em todos os seus voos devido à comprovada baixa eficiência desses itens na filtragem de vírus e bactérias.

Neste momento, os passageiros que utilizam os modelos não permitidos ainda podem embarcar, mas são informados nos aeroportos sobre a alteração da política. A partir de 1º de março, caso não cumpram essas medidas, não poderão embarcar.

Como forma de apoiar o retorno seguro dos transportes nacional e internacional, o grupo Latam Airlines firmou parcerias com importantes laboratórios clínicos de toda a América do Sul, facilitando o acesso com melhores tarifas aos testes PCR para detecção da Covid-19.

Por