Carro-forte Mercedes-Benz é o primeiro veículo equipado com ar-condicionado automotivo 100% elétrico a energia solar

Com um carro-forte montado sobre o chassi Mercedes-Benz 915 E, o Grupo Preserve é a primeira empresa a apoiar o projeto inovador desenvolvido pela startup Innovaklim

Fabricante do setor automobilístico brasileiro que se destaca por inovar com startups, a Mercedes-Benz participa de mais um projeto inovador. Um chassi 915 E, modelo destinado a carros-forte, foi utilizado pelo Grupo Preserve, tradicional cliente do setor de transporte de valores e segurança de Olinda, Pernambuco, para desenvolver e testar uma solução inédita no mercado nacional: o primeiro ar-condicionado automotivo 100% elétrico do mundo com energia solar fotovoltaica.

Essa tecnologia inovadora, que proporciona ganhos de sustentabilidade ambiental, foi desenvolvida pela empresa catarinense Innovaklim, sendo aplicada inicialmente em um carro-forte, com potencial para outros tipos de veículos. O ar-condicionado automotivo 100% elétrico alimentado por energia solar fotovoltaica baseia-se numa fonte de energia renovável e limpa, a radiação solar, para gerar eletricidade sem emitir poluentes.

“O nosso 915 E para carro-forte é reconhecido no especializado setor de transporte de valores e segurança pela força, robustez e resistência”, diz Roberto Leoncini, vice-presidente de vendas e marketing de caminhões e ônibus da Mercedes-Benz. “Já há muitos anos isso nos posiciona como um dos mais tradicionais fornecedores de veículos para empresas do segmento. O Grupo Preserve é um cliente de longa data. São mais de 40 anos de relacionamento. Estamos muito satisfeitos de fazer parte desse projeto, que também envolve a Innovaklim, startup que desenvolve e implementa soluções ecológicas que visam reduzir o consumo de diesel em frotas de veículos pesados”.

O Grupo Preserve tem entre seus objetivos estratégicos a busca de novas soluções ecológicas que apoiam um planeta mais sustentável. Indo nesta direção, a Innovaklim dedicou-se por dois anos ao desenvolvimento da tecnologia até chegar ao atual equipamento para as condições severas de uso em carros-fortes e veículos pesados.

Entre as principais vantagens da nova tecnologia está a redução das emissões de carbono em torno de 7% a 19%. Além disso, o ar-condicionado elétrico economiza mais de 80% de combustível se comparado ao consumo do ar-condicionado mecânico.

O ar-condicionado 100% elétrico é ligado diretamente à bateria do veículo e aproveita a geração de energia proveniente de sistema fotovoltaico de produção de energia e do alternador do próprio veículo. A promissora tecnologia utiliza o gás refrigerante 410a que é considerado um dos mais ecológicos do mundo e não degrada a camada de ozônio por não possuir derivados de cloro em sua composição.

Pensando também no aumento do conforto dos motoristas, o equipamento é o mais silencioso existente, já que não aumenta os decibéis dentro do veículo, além daqueles produzidos pelo motor.

“Essa solução em parceria está totalmente sintonizada com o nosso compromisso com o ecossistema do transporte responsável, trazendo ganhos de sustentabilidade como também de eficiência e redução de custos operacionais para o cliente”, diz Roberto Leoncini.

Por