Os destaques das Maiores do Transporte e Melhores do Transporte 2021

A premiação das empresas que mais se destacaram em seus segmentos, com base na análise dos balanços financeiros de 2020, reuniu cerca de 800 convidados no Transamérica Expo Center

Em um evento realizado no Transamérica Expo Center, dia 30 de novembro, em São Paulo, a 34ª edição de Maiores do Transporte e Melhores do Transporte premiou as empresas que se destacaram nos diversos segmentos de transporte de cargas e passageiros e de logística.

No setor de serviços, a Autotrac foi a melhor entre as melhores, liderando também em seu segmento de monitoramento e rastreamento. Na categoria transporte rodoviário de passageiros, a Empresa Gontijo de Transportes foi a mais bem avaliada pelo ranking das Maiores do Transporte e Melhores do Transporte 2021. “O principal é o reconhecimento do bom trabalho executado por nossa equipe”, acredita o diretor presidente da companhia, Abílio Gontijo Junior.

No transporte aéreo de passageiros, o prêmio foi para a TAM Aviação Executiva e Táxi Aéreo, considerada ainda a melhor entre as melhores entre os operadores de transporte. “Estamos muito orgulhosos por mais essa conquista. Esses prêmios demonstram toda a nossa preocupação, diária, em oferecer aos nossos clientes o melhor serviço, com qualidade e segurança. Hoje no Brasil, somos a empresa com o maior portfólio de aeronaves executivas, tendo a capacidade de atender diferentes tipos de missões e perfis de clientes. Temos bases de atendimento para aeronaves nacionais e internacionais nas maiores capitais do país e o maior parque de manutenção de aeronaves executivas da América Latina. Além disso, este ano é um marco para a empresa que comemora os 60 anos. Para mim, é um orgulho enorme e um privilégio estar junto com o time de gestores à frente da empresa neste momento tão importante”, avaliou Leonardo Fiuza, presidente da companhia.

A Univale Transportes é a primeira colocada no segmento de fretamento e turismo. “Ser premiada por uma publicação especializada no setor de transportes e logística nos leva a ter certeza que estamos no caminho certo. E a nossa visão de ‘ser reconhecida e admirada pela excelência operacional’ sendo estampada para todo o Brasil”, comemorou Luiz Peixoto, diretor executivo da Univale.

A BR Mobilidade Baixada Santista foi a empresa que mais se destacou na categoria de transporte ferroviário de passageiros. No transporte metropolitano de passageiros, a premiada foi a Via Sudeste Transportes. No transporte rodoviário de cargas, a Braspress Transportes Urgentes ficou em primeiro lugar e a Copersucar liderou o segmento de operador logístico e armazenagem.

Segundo Urubatan Helou, diretor presidente da Braspress, o prêmio é o reconhecimento do trabalho que a companhia emprega em todos os seus setores: operacional, financeiro e comercial. “É com muita alegria e satisfação que recebo esse prêmio, ambicionado por mim e por toda a minha equipe ao longo de todos esses 44 anos de muito trabalho, esforço e dedicação na melhoria de nossas performances. E mesmo em períodos de crise, como os verificados na pandemia, não deixamos de trabalhar e até aceleramos nossas estratégias. Por isso, agradeço a todos os Braspresianos’’, disse.

INDÚSTRIA –

A Marcopolo conquistou o prêmio como a melhor da indústria na categoria carrocerias para ônibus. “O resultado foi impactado pela pandemia do novo coronavírus, que resultou em uma significativa queda de demanda dos segmentos rodoviário e urbano. O trabalho que a empresa vem realizando nos últimos anos com foco na eficiência, competitividade, produtividade, segurança e qualidade, permitiu minimizar essa queda nos pedidos, assim como o crescimento nos fornecimentos para os segmentos de veículos escolares (programa Caminho da Escola) e de fretamento”, avaliou a Marcopolo.

No segmento de carrocerias e implementos para caminhões, a Randon foi a premiada; na indústria Ferroviária, a CTrens – Companhia de Manutenção liderou o ranking. Entre as montadoras de veículos, a melhor avaliada foi a Renault do Brasil, que também foi a melhor entre as melhores da indústria.

Já na categoria peças para caminhões e ônibus, a campeã foi a Acumuladores Moura. A Vale ficou à frente entre os fornecedores de matérias-primas e insumos, enquanto o Estaleiro Rio Maguari liderou na indústria naval. No segmento de recauchutagem de pneus e insumos, a  Borrachas Vipal foi a vencedora.

MAIORES-

As empresas que atingiram maior receita operacional de seu segmento também foram agraciadas. No transporte ferroviário de passageiros, a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) registou a maior receita operacional. No fretamento e turismo, a Univale Transportes foi o destaque. No transporte metropolitano de passageiros, a maior receita foi da Via Sudeste Transportes, e no rodoviário de passageiros, da Viação Piracicabana.

No transporte aéreo de passageiros, a TAM Linhas Aéreas e Controladas (Latam) foi a premiada, e no transporte ferroviário de carga, a maior receita operacional foi da Rumo, enquanto a Prosegur Brasil foi a maior em transportes de cargas e serviços. No rodoviário de cargas, a JSL foi o destaque, e a Copersucar foi a maior no segmento de operador logístico e armazenagem.

Na indústria ferroviária, as empresas Greenbrier Maxion Equipamentos e Serviços Ferroviários e Amsted Maxion Fundição e Equipamentos Ferroviários empataram em receita operacional. No transporte aéreo de cargas, a maior é ABSA Aerolinhas Brasileiras, enquanto no metropolitano de passageiros, a Viação Metrópole Paulista.

Para o diretor geral da Amsted Maxion, José Santos de Araújo, essa classificação demonstra o comprometimento da empresa com os segmentos em que atua, investindo em tecnologia, inovações e responsabilidade sustentável. “Estamos na constante busca por inovações que possam atender ainda melhor nossos clientes, com comprometimento, qualidade e excelência”, observa.

Por