Librelato apresenta nova linha de implementos Evolut

A empresa traz para o mercado cinco novas famílias de produtos: rodotrem basculante e graneleiro, semirreboque tanque, furgão lonado e de alumínio

Márcia Pinna Raspanti

A Librelato lança a nova geração de implementos Evolut, que tem como diferencial o uso de materiais de alta resistência, para produzir reboques e semirreboque mais leves e robustos. Segundo José Carlos Sprícigo, CEO da empresa, a combinação do design avançado com as matérias-primas diferenciadas reduzem o peso dos produtos em até 400 quilos e trazem maior produtividade às operações .“A Librelato investe continuamente em inovação e desenvolvimento de produtos “, enfatiza.

As novas famílias são equipadas com câmeras de ré com central de comando wireless. As câmeras possuem ângulo de visão de 120 graus e opção de visão noturna.  Com isso, as manobras de engate e desengate dos semirreboques tornam-se mais ágeis e seguras, aumentando a produtividade do frotista, de acordo com a fabricante.

Ao todo, são cinco novas famílias de produtos: rodotrem basculante e graneleiro, semirreboque tanque, furgão lonado e de alumínio. Na linha de rodotrens basculantes, a empresa oferece diferentes opções de revestimento da caixa de carga, conforme necessidade do cliente.  A partir de 2022, haverá a opção de customização do revestimento com materiais como aços estruturais, de alta resistência, ultra resistência e até anticorrosivos.

O rodotrem graneleiro conta com eixos mais largos e distância entre apoio das molas 100 mm maior, o que gera um ganho de aproximadamente 5% em estabilidade ao implemento, segundo a Librelato. A mesma solução também foi aplicada aos novos furgões lonado e de alumínio, que possui assoalho totalmente remodelado para proporcionar maior resistência com menor peso, ideal para o tráfego de empilhadeiras e paleteiras.

O basculante Evolut promete uma redução de consumo de combustível de até 2% comparado ao modelo tradicional. Além disso, este novo implemento possui o Dolly modular rebaixado para maior agilidade no descarregamento sem necessidade de desacoplar o implemento.

O novo tanque Evolut, voltado para o mercado doméstico de combustíveis, tem capacidade de 32 mil litros, 470 quilos mais leve e carrega dois mil litros a mais de gasolina e etanol, e 600 litros de diesel, em relação aos seus concorrentes e ao modelo atual.

Perspectivas positivas

A Librelato deve terminar 2021 com aproximadamente 13,5 mil implementos comercializados, o que significa um incremento de 44% em relação ao ano passado, quando foram comercializados 9,4 mil equipamentos. Desse total, mais de mil unidades foram para o mercado externo, registrando um novo recorde da empresa em unidades exportadas. Somente para o mercado externo, o crescimento é de 150%.  

Os principais países que compraram produtos da marca foram: Paraguai, Chile, Uruguai e Bolívia. A empresa também marcou presença na África em países como Gana, Uganda e Quênia. Para 2022, a Librelato prevê um crescimento de 20% nas exportações.  

No mercado interno, os cinco modelos mais vendidos pela empresa este ano foram basculante, graneleiro, furgão lonado, tanque de aço carbono e furgão alumínio.

De acordo com o executivo, o agronegócio é o grande impulsionador do setor de implementos, responsável por mais de 60% das operações. “A renovação dos equipamentos no campo está puxando as vendas, assim como a volta da construção civil e as novas concessões de infraestrutura que potencializam os negócios”, diz.

Investimentos

“Em 2021, investimos 35 milhões de reais, sendo a maior parte em tecnologia, processos de digitalização e automação. Investimos na maior célula graneleira robotizada da América do Sul, a única na região capaz de soldar a estrutura completa do modelo chassi graneleiro e não apenas uma parte dele, como acontecia anteriormente à chegada da nova tecnologia”, comenta Sprícigo.

A tecnologia permite a solda completa de um graneleiro em apenas 35 minutos, uma redução de 30% no tempo de produção, o que viabiliza a fabricação de 25 graneleiros por dia, um aumento de 19% para esta linha.  

Para o próximo ano, a Librelato deve investir R$ 50 milhões em uma incluem nova unidade industrial e na digitalização e melhoria dos processos industriais. Nos próximos três anos, a Librelato irá aplicar R$ 198 milhões nas suas operações, com o objetivo de aumentar a capacidade de produção para 90 implementos por dia.

Por