Primeiro voo de helicóptero Airbus com combustível de aviação 100% sustentável

O primeiro voo com o Airbus H225 ocorreu na sede da Airbus em Marignane, França, e marca o início de uma campanha de voo com o objetivo de avaliar o impacto do SAF (combustível de aviação sustentável) não misturado nos sistemas de helicópteros

Um Airbus H225 realizou o primeiro voo de helicóptero com combustível de aviação 100% sustentável (SAF) acionando um dos motores Safran Makila 2. O voo, que ocorreu na sede da Airbus em Marignane, França, marca o início de uma campanha de voo com o objetivo de avaliar o impacto do SAF não misturado nos sistemas de helicópteros, com o objetivo de certificar o uso de misturas deste tipo que ultrapassam o limite atual de 50%.

“Embora todos os helicópteros Airbus sejam certificados para voar com uma mistura de até 50% do SAF combinado com querosene, a ambição da nossa empresa é ter seus helicópteros certificados para voar com 100% deste combustível dentro de uma década. O voo de hoje é um primeiro passo importante em direção a esse objetivo”, disse Stefan Thome, vice-presidente executivo de engenharia e diretor técnico da Airbus Helicopters.

A campanha de voo, que segue testes anteriores de SAF não combinados, realizados pela Safran Helicopter Engines em sua fábrica em Bordes, França, proporcionará uma compreensão mais aprofundada dos desafios técnicos associados ao uso de SAF 100%. O helicóptero de teste H225 voou com um combustível não misturado derivado de óleo de cozinha usado, fornecido pela TotalEnergies, que oferece uma redução líquida de 90% de CO2 em comparação com o combustível de aviação normal.

“O SAF é um pilar importante da estratégia de descarbonização da Airbus Helicopters porque fornece redução imediata de CO2 sem impacto negativo no desempenho do helicóptero”, acrescentou Thome. “Agradeço aos nossos parceiros Safran Helicopter Engines e TotalEnergies por sua importante colaboração para tornar o voo de hoje uma realidade. Uma maior cooperação entre todas as partes interessadas da indústria é essencial para superar os desafios associados à ampla implementação de SAF e para fazer um progresso real na redução das emissões de CO2 da indústria da aviação.”

Para impulsionar a implantação de biocombustíveis, a Airbus Helicopters lançou um grupo de usuários SAF dedicado à comunidade de asas rotativas. A empresa também começou a usar SAF para treinamento e voos de teste em suas unidades na França e na Alemanha.

Por