Adriano Depentor é o novo presidente do Setcesp

Depentor será o 18º presidente do sindicato e comandará a gestão que se inicia em 1° de janeiro de 2022 e se encerrará em dezembro de 2024, no lugar de Tayguara Helou, que preside o Setcesp desde 2016

Adriano Depentor foi eleito o novo presidente do Conselho Superior e de dministração do Setcesp (Sindicato das Empresas de Transportes de Carga de São Paulo e Região).

Depentor sucederá a Tayguara Helou, que preside o Setcesp desde 2016. Será o 18º presidente e comandará a gestão que se inicia em 1° de janeiro de 2022 e se encerrará em dezembro de 2024.

“Sei que nos últimos anos, o presidente Tayguara elevou brilhantemente os resultados do Setcesp, então é um desafio grande dar prosseguimento a este trabalho, mas tenho a certeza de que continuaremos defendendo as bandeiras atuais e trazendo novas soluções”, disse Depentor.

Ao ser questionado sobre o sentimento de ser eleito, ele afirma que o que mais se sobressai no momento é o senso de responsabilidade, que o objetivo principal será conservar os valores como austeridade e consciência, e que contará com a cooperação dos empresários para o trabalho poder fluir.

Desde 1936, o Setcesp realiza eleições como sindicato e já teve 17 presidentes. O primeiro presidente eleito da casa foi Manoel Diegues. Entretanto, esta é a primeira eleição após a mudança de estatuto da entidade, que passou por um processo de governança corporativa e profissionalização, recentemente.

Adriano Depentor possui longo histórico no transporte rodoviário de cargas. Atua há mais de 35 anos no setor. Entre os anos 2007 a 2017 presidiu a Jamef Encomendas Urgentes, e hoje faz parte do quadro societário da empresa. Formado em Administração de Empresas, pelo Instituto Newton Paiva, em Minas Gerais, com MBA na Faculdade de Administração (Insead), na França. É membro do Conselho Fiscal da Fetcesp (Federação das Empresas de Transporte de Cargas do Estado de São Paulo) e também da FuMtran (Fundação Memória do Transporte), e atual vice-presidente extraordinário de governança do Setcesp.

Foi vice-presidente do sindicato entre 2007 e 2012, vice-presidente também na criação do Sicredi-Fetcoop e diretor da Copernet (Comissão Permanente de Negociações e Relações Trabalhistas). Esteve à frente de várias negociações de convenção coletiva do trabalho com os sindicatos laborais, e é conhecido no setor como homem de consenso.

Por