Mercedes-Benz e CIES Global colocam em operação unidade móvel para pequenas cirurgias

A nova carreta tem cerca de 15 metros de comprimento e 2,60 metros de largura e tem a meta é realizar até 20 mil atendimentos por mês na capital paulista

A Mercedes-Benz do Brasil e a Associação Beneficente Ebenezer (CIES Global), que presta serviços à prefeitura de São Paulo, colocam em operação mais uma unidade móvel de saúde na capital paulista. Seguindo o propósito das carretas que já oferecem exames como os de tomografia e ultrassonografia para pacientes do SUS desde setembro do ano passado, os parceiros disponibilizam agora mais uma carreta para pequenas cirurgias.

Essa nova unidade móvel de saúde dá continuidade ao projeto #UnindoForças, idealizado e gerenciado pela Mercedes-Benz do Brasil. A iniciativa conta com envolvimento de vários parceiros e com apoio do Ministério Federal de Cooperação Econômica e Desenvolvimento da Alemanha (BMZ), via DEG/KfW, que está contribuindo com 4,5 milhões de euros para aquisição das carretas. No total, serão oito unidades percorrendo o país, atendendo em diversas especialidades e ajudando também no combate à Covid-19.

Transportada por caminhões Mercedes-Benz, como o Novo Actros, as carretas seguem o compromisso básico do projeto #UnindoForças, que é ganhar as ruas a fim de oferecer atendimento médico e assistência a comunidades carentes.

“A continuidade do projeto mostra sua relevância tanto na proposta social de dar suporte às demandas de saúde em diferentes regiões do país, quanto no fortalecimento de parcerias que propõem a transformação da sociedade. Nossa empresa acredita que unir forças é o caminho mais eficiente de promover o desenvolvimento social e estamos muito satisfeitos com os passos que estamos dando nesse sentido por meio dessa ação”, diz Roberto Leoncini, vice-presidente de vendas e marketing caminhões e ônibus da Mercedes-Benz do Brasil.

A nova carreta da Mercedes-Benz e CIES Global ficará localizada atrás do mercado municipal do bairro Pirituba, e irá atender pacientes das zonas norte, oeste e centro da cidade de São Paulo. A projeção é realizar até 20 mil atendimentos por mês, oferecendo cirurgias oftalmológicas de catarata e pterígio, além de exames de endoscopia, colonoscopia, ecocardiografia, eletroneuromiografia, ultrassonografia, doppler, escleroterapia não estética e nasofibro.

Assim como as unidades móveis de exames de tomografia e ultrassonografia, a nova carreta tem cerca de 15 metros de comprimento e 2,60 metros de largura. A fim de ampliar o espaço interno e oferecer mais conforto no atendimento aos pacientes, parte da carroçaria é extensível, avançando mais dois metros de largura (em cada lado) e recebendo rampa de acesso. Isso traz mais comodidade e segurança para cadeirantes e para pessoas com dificuldade de locomoção. O espaço interno é formado pelas salas de pequenas cirurgias e exames, ambiente multiuso e hall de entrada.

Por