Porto Itapoá receberá novo serviço direto de exportação para o extremo oriente

Double Call ASAS da Maersk–Hamburg Süd é uma opção para escoar grandes volumes de cargas refrigeradas, celulose e papel para a Ásia, com menor transit time

O porto Itapoá passa a contar com o Double Call para o serviço de longo curso ASAS do armador Maersk–Hamburg Süd, com saída direta e sem transbordo na exportação para os principais portos da Ásia. O serviço já funciona na importação da linha Ásia entre os portos da região sul do Brasil. Agora, com Itapoá sendo o único porto de Santa Catarina a operar este serviço direto na rotação para exportação, que estará disponível a partir de 17 setembro, o terminal amplia o fluxo logístico para o extremo oriente.

O serviço diminui para 35 dias o transit time de exportação na escala até Hong Kong, o que é uma vantagem competitiva importante num momento em que está aumentando a demanda mundial por commodities brasileiras e as movimentações estão atingindo seu nível máximo.

 “É mais uma alternativa para escoar os grandes volumes de cargas refrigeradas de proteínas animais provenientes do forte agronegócio dos estados da região Sul, especialmente do Oeste catarinense, além de exportadores das cadeias de celulose e de madeira”, afirma o gerente comercial do porto Itapoá, Rodrigo Alves.

A partir de 17 de setembro, com a chegada do navio Maersk Laguna, o porto Itapoá entra duas vezes na rotação de importação/exportação do ASAS com as seguintes escalas: Busan – Shanghai – Ningbo – Hong Kong – Singapore – Santos – Itapoá – Itajaí – Buenos Aires – Montevideo – Itapoá – Paranaguá – Santos – Singapore – Hong Kong.

Por