Banco Mercedes-Benz apresenta primeira mulher como presidente e CEO

Primeira executiva à frente da instituição aposta em transformação digital e co-criação dos colaboradores para fazer crescer o negócio

 O Banco Mercedes-Benz apresenta Hilke Janssen como primeira mulher a ocupar o cargo de presidente e CEO do banco no Brasil. A executiva alemã chega ao comando após a instituição financeira demonstrar fôlego frente ao cenário imposto pela pandemia de COVID-19, fechando 2020 com a maior carteira da história, com R﹩ 12,815 bilhões. Com foco em inovação, a nova dirigente do Banco aposta em iniciativas de transformação digital e na co-criação dos colaboradores para fazer crescer o negócio.

Com mais de 20 anos de carreira no setor financeiro, Hilke possui ampla experiência no mercado global, atuando na Europa e, durante a última década, na Ásia. Antes de chegar ao Brasil, a executiva desempenhava as funções de presidente e CEO, na Coréia do Sul, desde 2016. Participou ainda da implementação, em 2010, da Daimler Financial Services na Índia e, posteriormente, na Malásia, onde, em 2012, assumiu o cargo de presidente e CEO da Mercedes-Benz Services Malaysia. A trajetória profissional de Hilke teve início em 1997, no segmento de bancos de investimento e private equity, antes de se juntar à Daimler em 2003, passando por diversas posições de liderança na Daimler Financial Services, em Berlim.

A carreira da executiva reflete os valores fundamentais do grupo Daimler, que valoriza e incentiva a diversidade. “Para mim, é muito importante gerar um impacto positivo, trabalhando para que o Banco Mercedes-Benz siga sua história de sucesso contínuo e tenha colaboradores cada vez mais felizes e engajados, em um espaço colaborativo, onde a diversidade e a inclusão são cultivadas no dia a dia”, afirma Hilke Janssen, presidente e CEO do Banco Mercedes-Benz.

Por