Luis Pasquotto vai se desligar da Cummins

Após 29 anos na empresa, o vice-presidente da Cummins Inc. e presidente da Cummins Brasil vai se aposentar a partir do dia 30 de abril

Depois de 29 anos de serviço dedicado à Cummins, Luis Pasquotto, vice-presidente da Cummins Inc., presidente da Cummins Brasil e líder da unidade de negócios de motores (EBU) América Latina, anunciou que vai se aposentar a partir do dia 30 de abril de 2021. As informações sobre a sua sucessão serão anunciadas em breve, segundo informou a empresa em comunicado.

Pasquotto ingressou na Cummins em 1992 na área de engenharia. Em 2011, foi nomeado vice-presidente da Cummins Inc. e no ano seguinte líder da América do Sul, ajudando a região a implantar novos processos, funções críticas e negócios como as funções HHP (negócio de High HorsePower).

No mesmo ano Pasquotto se tornou membro do conselho de administração da Komatsu Cummins Chile (KKC), joint venture atuante fortemente nos segmentos de mineração, geração de energia, automotivo e fora de estrada. Em 2016, integrou o então recém formado ABO América Latina como o líder da unidade de negócios de motores na região e presidente da Cummins Brasil. Sob sua responsabilidade, a equipe regional manteve grande engajamento em todos os níveis, melhorando a rentabilidade, fortalecendo o posicionamento junto aos clientes e melhorando as operações e os negócios.  
Pasquotto é engenheiro mecânico aeronáutico formado pelo ITA (1981), com especialização em Finanças pela FGV, pós-graduação em administração de negócios pelo INPG (1993) e MBA em marketing empreendedor pela ESPM-ITA (1999). Ele se destacou por sua capacidade de navegar em recessões, ao trazer clareza em situações difíceis, desenvolvendo talentos e mantendo uma comunicação sólida.
“Luis é uma das poucas pessoas que entendeu o mercado brasileiro de caminhões, todos os seus principais clientes e os produtos e tecnologias necessários para ter sucesso nas últimas três décadas. Sempre foi um expert no mercado e todos os clientes e parceiros que enviamos para ele ficaram imediatamente impressionados e contentes em serem clientes da Cummins pois puderam ter acesso ao profundo conhecimento do Luis”, disse Tom Linebarger, chairman e CEO da Cummins Inc.
Segundo a Cummins, com a aposentadoria Pasquotto terá mais tempo para aproveitar a família e colaborar na governança de ONG´s, preferencialmente de educação, além de buscar colaborar com governança de empresas.

Por