Volvo aprimora caminhão para aumentar produtividade em construção

A Volvo desenvolveu versão do caminhão VM, mais leve, que recebeu nova betoneira Liebherr, para o setor de construção

O novo VM Light Mixer lançado pela Volvo permite aproveitamento total da capacidade de implemento betoneira, aumentando a produtividade das empresas transportadoras de cimento e traz diversas alterações em relação ao VM 8×4 tradicional. Somadas, elas possibilitaram redução da tara do caminhão de 8.820 quilos para 7.920 quilos.

No projeto do novo caminhão VM a Volvo trabalhou em parceria com implementadores para garantir uma solução completa às empresas concreteiras. O primeiro Volvo VM Light Mixer recebeu nova betoneira Liebherr, também projetada para ganho em peso. A tara total do conjunto (caminhão + betoneira) baixou quase 2.500 quilos, para 11.650 quilos, possibilitando transportar até um metro cúbico a mais de concreto, de acordo com a lei da balança. “A Volvo aprimorou o caminhão, reduzindo peso sem comprometer a reconhecida robustez do veículo”, declara Jeseniel Valério, gerente de engenharia de vendas de caminhões. O chassi da linha VM é produzido com ligas especiais de aço LNE60, exclusivas da marca, mais leves e resistentes. 

O VM Light Mixer tem distância entre-eixos de 4.550 mm para melhor distribuição de peso na betoneira. Mesmo com o entre-eixos mais curto, o caminhão vem equipado com grandes tanques de combustível (200 litros) e Arla32 (50 litros), que permitem rodar o dia todo sem reabastecimento. 

Outro diferencial do VM Light Mixer é o quarto eixo direcional dianteiro. “Projetamos um eixo direcional de verdade, que diminui o arraste dos pneus e permite manobras em raios curtos, comuns em canteiros de obra”, assegura Valério. O quarto eixo é um projeto Volvo, instalado no veículo já na linha de montagem, com garantia de fábrica e sem adaptações. Opcionalmente esse eixo pode ser equipado com sistema suspensor, para trechos em que o caminhão roda vazio ou em eventuais manobras. 

O conjunto formado pelo motor, transmissão e eixos traseiros garante excelente desempenho, segundo a fabricante. O propulsor de 270 cv, reconhecido pelo excelente torque e alta economia de combustível, está acoplado a uma transmissão manual de nove marchas, mais leve. Opcionalmente o motor pode receber escape vertical, para operações em terrenos mais acidentados. 

O VM Light Mixer tem suspensões traseiras com molas parabólicas, que garantem leveza sem perder a robustez. Os pneus são 275/80 R22,5 de uso misto e opcionalmente o caminhão pode ser equipado com rodas de alumínio. 

Interior – As cabines Volvo são projetadas com o conceito de célula de sobrevivência, diminuindo riscos aos ocupantes em caso de colisões.  No Volvo Ligh Mixer, que foi concebido para operações de transporte entre usinas de concreto e obras em centros urbanos, a cabine é curta, com grande área envidraçada que permite ampla visibilidade, importante para manobras em canteiros apertados. O veículo é equipado com bancos para motorista e um ajudante, mas opcionalmente pode receber banco de passageiros para duas pessoas. 

Externamente, o modelo traz para-choque de aço, mais leve, e tem faróis com desenho similar ao das versões rodoviárias da linha VM. O conjunto ótico tem luzes diurnas em Led, característica de segurança e identidade de toda a linha atual de caminhões Volvo. 

Mesmo com os novos para-choques a suspensão elevada do modelo garante ângulo de ataque grande, ideal para enfrentar a severidade de operações fora-de-estrada. “Há anos os caminhões Volvo já são largamente utilizados por indústrias de concreto. Mas no novo Volvo VM Light Mixer reunimos diversas especificações que seguramente o tornam a melhor opção para as atuais exigências desse tipo de aplicação”, afirma Clóvis Lopes, gerente comercial de caminhões da Volvo. 

Por