Scania lança linha de caminhões elétricos na Europa

Com duas opções de propulsão – totalmente elétrico e híbrido plug-in – em cabines das séries L e P para aplicações urbanas, os novos veículos não têm data para chegar ao Brasil

A Scania lançou na Europa sua primeira linha de caminhões elétricos. Os novos veículos têm duas opções de propulsão – totalmente elétrico e híbrido plug-in – e são oferecidos com cabines das séries L e P, para aplicações urbanas, incluindo a distribuição varejista.

O caminhão totalmente elétrico tem motor de 230 kW, equivalente a 310 cavalos e tem a opção de cinco baterias para um total de 165 kWh ou nove baterias para 300 kWh de capacidade instalada e a autonomia pode chegar até 250 quilômetros com uma única carga.

As baterias podem ser carregadas por 130 kW CC, usando um conector de sistema de carregamento combinado (CCS). O tempo de carregamento é inferior a 55 minutos para a opção de cinco baterias e menos de 100 minutos para a opção de nove. As baterias também são carregadas por meio de energia de frenagem regenerativa dos veículos.

O caminhão híbrido plug-in é equipado com motor a combustão de 280 ou 360 cavalos combinado com motor elétrico de 115 kW, que é alimentado por três baterias. O tempo de carregamento de zero a 80% é de aproximadamente 35 minutos e, além de carregar por meio de energia de frenagem regenerativa, a energia da bateria pode ser completada durante a carga e descarga. Com o modo elétrico o caminhão tem autonomia de 60 quilômetros.

“É com muito orgulho que anunciamos o início do compromisso com eletrificação”, disse Henrik Henriksson, presidente e CEO global da Scania. “Nos próximos anos, lançaremos produtos eletrificados anualmente para toda a nossa linha de veículos, e para isso estamos reorganizando nossas unidades fabris. Em alguns anos, também teremos caminhões elétricos de longa distância, adaptados para carregamento rápido.”

Segundo a Scania, a eletrificação da frota de caminhões comerciais pesados é decisiva para atingir a meta do Acordo de Paris, que limita o aquecimento global a menos de 2°C. Os veículos elétricos serão, portanto, cada vez mais uma opção atraente para os clientes.

Os veículos movidos a combustíveis alternativos e eletrificados fazem parte da estratégia global de sustentabilidade da Scania e são implementados nos mercados em que a marca atua conforme condições locais de infraestrutura e econômicas. No Brasil os veículos elétricos ainda não têm data para chegar, segundo a Scania, que considera os caminhões movidos a gás natural e biometano a melhor opção para clientes e embarcadores que estão empenhados na redução de emissão de gases do efeito estufa.

“Estamos convencidos de que os clientes inovadores estarão ansiosos para liderar o caminho da eletrificação, dando os primeiros passos na preparação de suas frotas para o futuro”, disse Anders Lampinen, diretor de novas tecnologias da Scania. “Em empresas de transporte com grandes frotas, a implementação oferece uma oportunidade antecipada de ganhar experiência nesta área. Enquanto isso, sabemos que grandes compradores de transporte estão interessados em reduzir a emissão de gases do efeito estufa.”

Por