Meritor desenvolve diferencial autoblocante para veículos pesados

A tecnologia, que possibilita o bloqueio automático do diferencial, foi desenvolvida no Brasil e está em fase de testes até outubro deste ano

A Meritor, fabricante de eixos, inclui no seu porfólio o Auto-DCDL, diferencial autoblocante que será oferecido como opcional às montadoras a partir de 2021. Inovação no segmento de veículos pesados, a nova tecnologia exclusiva e patenteada da companhia possibilita o bloqueio automático do diferencial e poderá ser instalada em qualquer eixo da marca que atualmente conta com o sistema mecânico. O novo Meritor Auto-DCDL é uma unidade de controle eletrônica acoplada no próprio diferencial, sem a necessidade de adaptação ao sistema de controle do veículo. Essa tecnologia foi desenvolvida no Brasil e está em fase de testes até outubro deste ano.
“Ao eliminarmos a integração do Auto-DCDL com o sistema de controle dos veículos, levamos soluções plug & play às montadoras, facilitando também o processo de fabricação. Além disso, oferecermos a possibilidade de modernização dos equipamentos em operação, já que a nova tecnologia pode ser adaptada em versões anteriores que contam com o sistema de travamento do diferencial mecânico da Meritor”, afirma Fábio Brandão, gerente sênior de engenharia da Meritor Brasil.
Atualmente o sistema de travamento das rodas disponível em caminhões e ônibus é realizado de forma mecânica. O acionamento depende do motorista que pode, por meio de um botão no painel, ligar o sistema, com o risco de danificar o eixo caso o mantenha acionado sem a sua necessidade.
Com Auto-DCDL, a Meritor vai automatizar a decisão de bloquear e desbloquear o diferencial. “O uso do sistema eletrônico é capaz de realizar essa operação automaticamente, ou seja, a inteligência do próprio sistema vai definir o momento de travar ou não as rodas, de acordo com a situação de condução e condições do terreno, sem a interferência do motorista”, diz Brandão.
A inovação da Meritor vai permitir ainda com que o cliente seja mais competitivo ao possibilitar o acesso desta tecnologia ao usuário, ampliando ainda mais a segurança. A exportação da tecnologia Auto-DCDL também consta nos planos da companhia.

Por