Máscara será obrigatória nos trens e ônibus de São Paulo

Medida passa a valer a partir de segunda-feira, dia 4 de maio, para passageiros do Metrô, da CPTM e da EMTU

O governo de São Paulo decidiu que o uso de máscaras de proteção passará a ser obrigatório para passageiros do Metrô, da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), dos ônibus intermunicipais da Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU), nas regiões metropolitanas e dos ônibus rodoviários fiscalizados pela Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp). O decreto começa a vigorar em 4 de maio. 

O uso de máscaras também será obrigatório nos ônibus da prefeitura de São Paulo. “Tenho certeza que essa medida será seguida também por decretos municipais dos demais prefeitos do Estado de São Paulo para tornar obrigatório o uso de máscaras no transporte coletivo. A obrigatoriedade é válida também para táxis e aplicativos, e a especificação será feita pelas prefeituras municipais”, disse o governador João Dória.

As empresas e os prestadores de serviços serão responsáveis pela fiscalização e não deverão permitir a entrada de pessoas sem máscaras no interior das estações, dos vagões e dos ônibus. “As empresas serão fiscalizadas pelos órgãos estaduais e municipais e advertidas se identificarmos o não cumprimento desta determinação. Depois da advertência, serão multadas”, explicou o governador.

Por